segunda-feira, 22 de junho de 2009

A MONTANHA CONTINUA A PARIR UM RATO

O Senhor Prefeito Municipal fez divulgar por meio da imprensa (Jornais impressos e Eletrônicos) a partir de declarações suas de que vai interpelar a Associação Beneficente Campo Grande e este Presidente por ter declarado que o Balanço que a Junta Administrativa apresentou está maquiado.

Esse tipo de declaração maldosa de parte do Senhor Prefeito, de membros da Junta Administrativa e da Junta Interventora, sempre tentando denegrir a imagem de membros da antiga Diretoria da Santa Casa, tornou-se corriqueiro, bastando abrir o acervo da imprensa nesses quatro anos e meio. Tudo de forma irresponsável, sem nenhuma prova. Comigo é diferente. Quero que me interpele.

Diferentemente do Senhor Prefeito eu nao falo levianamente. Primeiramente busquei um profissional da área de contabilidade para analisar o Balanço para então declarar o que declarei.

E, quero que me interpele para discutirmos publicamente porque o Município e sua Junta não cumpriu as determinações da liminar que haviam obtido e que ao final foi revogada e não apresentou Balanços Contábeis ao invés de simples relatórios e todos fora de tempo. Depois, porque até agora, embora tendo a ABCG peticionado no processo, não apresentou mesmo que simples relatórios da adminitração da Santa Casa desde outubro de 2008 e olha que já estamos em junho de 2009.

Lembro o Prefeito para interpelar também o Doutor João Campos, seu parceiro inicialmente nessa empreitada, mas que confessa com humildade que foi um equívoco, em sua entrevista no Jornal O Estado de Mato Grosso do Sul de hoje, onde afirma categoricamente que o Balanço apresentado escondeu uma dívida de R$ 30.000.000,00 do FIDEPS para com os médicos. A Junta Interventora/Administrativa recebeu o dinheiro e não pagou os médicos e nem reconheceu a dívida no Balanço. Como fica?

Nenhum comentário:

Postar um comentário