sábado, 13 de junho de 2009

REFORMA POLÍTICA OU MUDANÇA DE CARÁTER?

Muito se tem falado da necessidade de uma reforma política para tentar moralizar a vida pública do Brasil. Tenho refletido se uma reforma política que venha apenas destinar dinheiro público para as campanhas de candidatos, ao que parece a única parte que vai ser aprovada, se isto será suficiente para as mudanças que os brasileiros tanto querem.

Não há espectativa de aprovação de reforma que crie o voto em lista, onde os militantes partidários teriam condições de disputar em convenções limpas o acesso aos cargos públicos eletivos, com o fortalecimento dos partidos políticos; o voto distrital, onde os candidatos repesentariam regiões específicas, da cidade ou do Estado e teriam de prestar contas aos seus eleitores; o fim das coligações para cargos políticos proporcionais: vereador, deputado estadual e deputado federal, deixando os eleitores fazer valer a sua vontade para escolher o Partido e não somente o Candidato isolado.

Estas reformas atenderiam minimamente a necessidade de evolução do sistema político. O mais, vai depender do caráter de cada indivíduo e há muito que a política é um espaço tomado por pessoas que não deram certo em mais nada vida e fizeram dela uma carreira profissional. O sujeito recebe o voto do eleitor e depois vonta contra os interesses desse eleitor porque diz não poder votar contra o Governo por fazer parte da "Base". Isto deveria mudar com a participação de gente nova, conectada com a realidade e comprometida com os interesses legítimos das comunidades onde vive.

Ficando apenas no financiamento público de campanha, mesmo com a proibição de uso de dinheiro privado para financiamento das despesas, vamos depender apenas do caráter do candidato, da sua honestidade, do seu espírito cívico. Caso contrário o dinheiro público vai ser mais uma fonte de financiamento. O resto virá da ilegalidade. E, para coibir isto estou incentivando aonde vou, que as pessoas sérias, comprometidas com o futuro de seus bairros, suas cidades e região, se inscrevam em Partidos Políticos e ajudem a dar um basta nesses políticos oportunistas que apenas se servem da política.

Uma boa coisa é participar dos cursos políticos da Fundação Ulysses Guimarães, com material didático preparado pela UNB; UFRS e IBAM. Entre no site: http://www.ead.fugpmdb.org.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário