sábado, 11 de julho de 2009

AONDE RESIDE A ALMA HUMANA?

A questão já foi por demais pesquisada e discutida por religiosos, cientistas, místicos e outros interessados. Lendo a obra de René Descartes fui encontrar esta preciosidade:

"Existe uma pequena glândula no cerébro, na qual a alma exerce suas funções mais diretamente do que nas outras partes.

É preciso saber que, apesar de a alma estar unida à totalidade do corpo, existe nele alguma parte em que ela exerce suas funções mais diretamente do que em todas as outras; e é comumente aceito que esta parte seja o cerébro, ou talvez o coração. O cerébro, porque é com ele que se relacionam os órgãos dos sentidos; e o coração, porque é nele que parece que as paixões são sentidas. Porém, ao analisar o problema cuidadosamente, parece-me haver percebido com clareza que a parte do corpo em que a alma exerce diretamente suas funções não é de maneira alguma o coração, nem o cerébro todo, mas apenas a mais interior de suas partes, que é uma determinada glândula muito diminuta, situada no meio de sua substância, e de tal modo suspensa por cima do conduto por onde os espíritos (sangue) de suas cavidades anteriores mantém comunicação com os da posterior, que os menores movimentos que nela existem podem concorrer bastante para modificar o curso desses espíritos, e, reciprocamente, as menores modificações que ocorrem no curso dos espíritos podem concorrer muito para modificar os movimento dessa glândula." (Os Pensadores, Nova Cultural, pag. 124)

Nenhum comentário:

Postar um comentário