quinta-feira, 30 de julho de 2009

CANDIDATURAS SEM PROGRAMA PARTIDÁRIO

É uma pena o que estão fazendo com os partidos políticos em nosso Estado. Mais uma eleição se avizinha e os pré-candidatos esquecendo-se a que partido pertencem buscam os arranjos eleitorais a qualquer custo e onde melhor lhes convém. Vê-se pré-candidatos de um partido "acertando" com Prefeitos de outro Partido ou com Diretórios Municipais de outro. Uma violência aos princípios republicanos.

Escrevi sobre o assunto na última eleição e o artigo está registrado no site da Fundação Ulysses Guimarães (http://www.fugms.org.br/). Campo Grande teve um prefeito eleito por uma coligação de onze partidos. Deu no que deu. Uma administração sem marca partidária, sem programa, sem compromisso com a sociedade. E o eleitor não tem de quem cobrar.

Espero que haja uma reflexão dos partidos em relação ao futuro. É inadmissível que a nossa plítica continue essa geléia geral e que os Partidos continuem sendo esse organismo amorfo e insípido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário