quarta-feira, 2 de setembro de 2009

MORRE MINISTRO MENEZES DIREITO

Há menos de dois anos integrando o Supremo Tribunal Federal, depois de mais de onze anos como ministro do Superior Tribunal de Justiça, Carlos Alberto Menezes Direito participou recentemente de alguns julgamentos históricos, como o das pesquisas com células-troncos e o da demarcação da reserva indígena Raposa Serra do Sol, com votos que se destacaram pela consistente fundamentação jurídica.

Soube sempre conciliar sua formação católica e conservadora com os anseios da sociedade brasileira.

Sua erudição jurídica, temperada por aguda sensibilidade social, deixa lição de coerência e responsabilidade, que marcam sua breve passagem por aquela Corte.

Registro aqui que estive presente na sabatina do Ministro Menezes Direito na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, a convite do Senador Valter Pereira, quando de sua indicação para o STF. Realmente uma inteligência jurídica aguda e um cidadão padrão como referência moral.

Nenhum comentário:

Postar um comentário