sexta-feira, 11 de setembro de 2009

UMA BOMBA NÃO SABIA SE ERA NUCLEAR

Os EUA teria indagado ao Itamaraty sobre a pesquisa nuclear no Brasil. Tudo por conta da publicação de uma tese acadêmica do físico brasileiro Dalton Girão Ellery Barroso sobre explosivos nucleares, confirmando que o Brasil já detém conhecimento e tecnologia para, se quisesse, construir a bomba atômica, fato anunciado pelo Jornal do Brasil e também publicado pelo Jornal Folha de São Paulo.

Eu tenho cá minhas dúvidas. Tranquilizem os gringos. O Brasil não consegue manter em pé uma plataforma para propulsão de foguetes de pesquisa em Alcântara (Maranhão). Não consegue guardar uma Taça Julis Rimet (aquela do Tricampeonato Mundial de Futebol). Não consegue proteger armamentos militares nos quartéis, especialmente no Rio de Janeiro. Então acho que as "bombas" construídas são aquelas detonadas de tempos em tempos pela imprensa às vezes nuclear do Governo, às vezes expandindo-se até as cercanias do Congresso Nacional, tais como "mensalão, sangue-suga, petrobras e outras."

Nenhum comentário:

Postar um comentário