sábado, 10 de outubro de 2009

KIRCHNERS APROVAM LEI DA MORDAÇA!

O jornal O Estado de São Paulo, de hoje, traz a notícia "Kirchners aprovam lei para cercear meios de comunicação". O Jornalista Ariel Palácios escreve que no meio de suspeitas de compras de votos, Senado aprovou polêmica lei da mídia. A esquerda que sempre lutou pelas liberdades está mesmo irreconhecível na pobre América Latina.

BUENOS AIRES - A liberdade de imprensa sofreu um duro golpe na Argentina na madrugada deste sábado, 10, com a aprovação, por parte do Senado, da polêmica lei de radiodifusão, mais conhecida como "lei da mídia", que reduzirá de forma drástica a atuação dos atuais grupos de mídia no país e colocará a concessão de licenças para canais de TV e rádio sob estrito controle estatal. Para obter esse trunfo, a presidente Cristina Kirchner e seu marido, antecessor e ex-presidente Néstor Kirchner - considerado o verdadeiro poder no governo da esposa - mobilizaram seus senadores para conseguir a aprovação da lei.

Além da própria tropa, o governo obteve a adesão de diversos senadores opositores - tanto da esquerda como da extrema-direita - que concordaram em votar a favor dos Kirchners. A oposição acusa o governo de ter realizado um "festival" de compra de votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário