quinta-feira, 12 de novembro de 2009

CAI A POPULARIDADE DE HUGO CHAVEZ

O jornal El País, de hoje, 12 de novembro informa que o racionamento de água e eletricidade está fazendo despencar a popularidade do ditador-Presidente Hugo Chavez Em Caracas o racionamento de água é administrado por zonas, de acordo com um calendário: cada bairro da cidade fica sem água pelo menos dois dias por semana. Várias escolas e hospitais suspendem as atividades nesses dias. A eletricidade é uma loteria. Cada vez é mais frequente que o serviço se suspenda até 4 horas por noite. Foram 117 apagões em todo o país desde o início do ano, reduzindo a atividade industrial em 10%.

O Instituto de Pesquisa DATANALISIS, na primeira semana de outubro, mostrava que 66% dos venezuelanos estavam totalmente insatisfeitos com o governo de Chávez para resolver a crise de eletricidade e 70% em relação a sua política para criar emprego e 87% em relação à segurança pública.

Para 80% dos venezuelanos, guerra com a Colômbia deve ser rechaçada totalmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário