domingo, 20 de dezembro de 2009

FERNANDO SARNEY, NOVO MINISTRO DO STF?

O STF deixou de cumprir sua missão constitucional: garantir a liberdade de imprensa, no caso do Jornal O Estado de São Paulo, sob censura há mais de 140 dias, por iniciativa de Ação Judicial proposta por Fernando Sarney. Censura imposta por uma Juiz amigo da família que deferiu limininar proibindo o Jornal de publicar qualquer notícia sobre o processo em que se encontra envolvido a partir de investigações da Polícia Federal.
Não tendo o STF cumprido com o dever de julgar a ilegalidade da sentença do Juiz de Brasília, julgando extinta a Ação Cautelar proposta em face da Constituição, por razões de formalidades, coube ao próprio autor da ação, satisfeito em seu ego, pedir a desistência da ação.
Assim, deu ele próprio, cumprimento ao fim da censura, em lugar do STF. Merece ser guindado ao cargo de Ministro, quem sabe, no lugar do aposentando Ministro Eros Grau.

Nenhum comentário:

Postar um comentário