terça-feira, 8 de dezembro de 2009

MULHER PELADA É CULTURA?

O Jornalista Gilberto Dimenstain, em Folhaonline, comenta a aprovação do "Vale Cultura" hoje, pelo Senado. Este é mesmo o país dos absurdos, ao invés de salário digno, de trabalho, o Governo esfola quem trabalha com seus altíssimos impostos para distribuir vales qualquer coisa. Leia o comentário:
Comentei aqui por diversas vezes que considero o vale-cultura, capaz de envolver até R$ 7 bilhões, um previsível desperdício --o dinheiro seria mais bem usado se focado nos estudantes das escolas públicas. Desde ontem, meu receio aumentou ainda mais, pela possibilidade de que, com esse benefício, mulher pelada também seja cultura. Ou gibi.

Foi aprovada uma emenda no Congresso permitindo que o vale-cultura seja usado para comprar jornais, revistas e gibis. Senadores argumentaram que, com isso, revistas como a "Playboy" seriam beneficiadas, mas a emenda foi aprovada assim mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário