domingo, 20 de dezembro de 2009

SANTA CASA, SANTA CAUSA!

A pedido da ABCG-Santa Casa, o Juiz de Direito da Vara de Direito Difusos suspendeu temporariamente qualquer empréstimo da Caixa Econômica Federal para a ilegal Junta Interventora que teima em continuar à frente dos negócios do Hospital.
Já havíamos notificado a Caixa Econômica Federal de que não se permitiria esse empréstimo. A Prefeitura à frente da Intervenção já demonstrou depois de cinco anos sua absoluta incompetência para gerir o Hospital. Se estava ruim, ficou péssimo. O que não se admite é que depois de cinco anos sem pagar os fornecedores, venham agora tomar mais dinheiro emprestado e fazer nova dívida a título de pagar a anterior. E fazer dívida em nome de terceiros, sem o menor pudor.
O que se comprometeu o Poder Público e está registrado nos processos é de que estavam intervindo no Hospital para pagar suas dívidas e depois devolvê-lo. Assim mesmo, em aberta demonstração de que não tinham confiança na administração da Associação Beneficente mantenedora. E à época (janeiro de 2005) as dívidas existentes estavam sendo negociadas mês a mês. Essa dívida durante a intervenção foi judicializada, estando hoje a entidade sofrendo mais de 400 ações de execuções. E o Hospital aos cacos!
Nas atuais circunstâncias, depois de duas sentenças julgando ilegal a intervenção, o Poder Público, incluindo os representantes do Ministério Público que deram sustentação ao município no seu devaneio de intervir na Santa Casa, deveriam recobrar o bom senso e devolver o patrimônio da Instituição aos seus legítimos donos para que prossiga o trabalho que executam há mais de 80 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário