sábado, 27 de novembro de 2010

BRASIL E ENERGIA RENOVÁVEL

Estamos no ano 2010 onde o Governo brasileiro abandonou o projeto de energia renovavel do biodiesel para investir numa aventura chamada pré-sal. Significa dizer que não tendo produção suficiente do biodiesel limpo, a petrobrás está maquiando o atual diesel com mistura de pelo menos 5% de biodiesel, infernizando a vida dos consumidores que veem suas frotas ou veículos particulares que deveriam ser movidos puramente a diesel, encrencados que estão com entupimentos de bicos injetores e outros equiapamentos.
As projeções do mercado apontam que até o ano 2020 o Brasil terá sua frota movida em 70% a 80% de fontes renováveis -- Etanol e Biodiesel, mesmo contra a vontade do Governo. Isto é o que indica estudos do Federação Nacional dos Distribuidores de Combustíveis que prepara os seus associados para esse momento. Resta saber o que a Petrobrás fará com o seu óleo fóssil do pré-sal.
A questão técnica a ser observada, segundo técnico da área é a excluvisidade de consumo de biodiesel a partir de diferentes fontes de produção. Assim, biodiesel extraído de mamona não pode ser misturado com biodiesel proveniente de sêbo ou mesmo de outra fonte vegetal como a soja. A reação química decorrente pode comprometer em muito o desempenho dos veículos.
Estas e outras informações foram transmitidas durante o work-shop do SINPETRO de Mato Grosso do Sul nesta sexta-feira, em Campo Grande/MS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário