sábado, 25 de dezembro de 2010

ORESTES QUÉRCIA

Conheci Orestes Quércia dois anos após sua eleição como Senador pelo PMDB ocorrida em 1975. Em 1977/78 a convite do Dr. Ulysses Guimarães, ajudei a organizar a Juventude do MDB nacional. Foi aí que em reuniões da Executiva Nacional fui apresentado ao político paulista.
Anos depois ou seja em 1989, sendo eu Secretário de Estado de Trabalho de Mato Grosso do Sul e Presidente do Forum Nacional dos Secretários de Trabalho - FONSET, reencontrei Orestes Quércia como Governador de São Paulo. A nosso pedido, em audiência particular, reabriu a Secretaria de Trabalho de São Paulo e tornou-se um grande parceiro de política trabalhista no país.
Mais recentemente, no encaminhamento de eleições presidenciais com candidatura própria, estivemos laodo a lado e sempre recebemos dele a melhor orientação na condução do nosso PMDB em Mato Grosso do Sul.
Quércia foi um combatente pela redemocratização do Brasil. É reconhecido por sua postura democrática. Tanto que mesmo não tendo militado em nenhum movimento de esquerda, sempre contou com o apoio da esquerda, mesmo de movimento mais radicais como o MR8.
O PMDB, que foi presidido por Quércia, após Ulysses, perde um dos seus maiores timoneiros. O Brasil perde um político com visão desenvolvimentista e essencialmente municipalista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário