terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

PAÍS QUASE SÉRIO FAZ LEI DA FICHA QUASE LIMPA

O Parlamento brasileiro que detém membros com a vida complicada como sabemos, não iria aprovar uma Lei da Ficha Limpa sem deixar uma brecha para a situação particular de muitos. Na verdade a Lei da Ficha Limpa é um enorme queijo suíço com buracos para as ratazanas escaparem sem dificuldades.

A própria Lei da Ficha Limpa, no artigo 26, letra “c”, prevê nas hipóteses de inelegibilidade, que se o cidadão estiver respondendo a um processo que ainda não terminou, o advogado pode entrar com recursos nos Tribunais de Brasília e pedir o chamado efeito suspensivo.

"Art. 26-C. O órgão colegiado do tribunal ao qual couber a apreciação do recurso contra as decisões colegiadas a que se referem as alíneas d, e, h, j, l e n do inciso I do art. 1o poderá, em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal e desde que a providência tenha sido expressamente requerida, sob pena de preclusão, por ocasião da interposição do recurso."

Da próxima vez, VOTE LIMPO em um candidato FICHA LIMPA que tenha compromisso com a ética e a moralidade pública!

2 comentários:

  1. A palavra chave pra mim é ENVOLVIMENTO. Temos que nos envolver e procurar saber acerca dos nossos políticos não só na época eleitoral, e sim sempre. Só assim conheceremos mais as pessoas que querem fazer por nós.
    p.s: Sempre uma ótima leitura.

    ResponderExcluir
  2. Eu não gosto do Ficha Limpa, fiz longamente oposição a essa Lei por acreditar que somos um país adiantado em descumprimentos e armações.
    Por um outro lado, o Ficha Limpa pode vir a ser um crisol para a política brasileira.
    Vamos ver...

    adonadosenadofederal.blogspot.com

    ResponderExcluir