quinta-feira, 14 de junho de 2012

JORGE LUIS BORGES

Fonte: Este causo – junto com outros 332 – foram recopilados pelo escritor e jornalista argentino Mario Paoletti em “O outro Borges – Anedotário completo” – recém-lançado em Buenos Aires pela editora Emecé.

SINCERIDADE E ESTADO – Durante uma entrevista à revista portenha “Siete Días” em 1973 o jornalista conversava com Borges sobre as modalidades de Estados.
- Sr. Borges, que tipo de Estado desejaria?
- Um Estado mínimo, que não fosse notado. Morei na Suíça cinco anos e ali ninguém sabia o nome do presidente.
- A abolição do Estado que o senhor propõe tem muito a ver com o anarquismo.
- Sim, exato, com o anarquismo de Spencer, por exemplo. Mas não sei se somos suficientemente civilizados para chegar ali.
- Acredita seriamente que tal Estado é factível?
- Evidentemente. Mas, uma coisa é verdade: será preciso esperar 200 ou 300 anos.
- E enquanto isso, Borges?
- Enquanto isso a gente se f…

Nenhum comentário:

Postar um comentário